Safra Agrícola de 2018 e 2019 tem custeio antecipado de R$ 12,5 bilhões do Governo Federal

No dia 30 de janeiro, em cerimônia realizada no auditório do Centro Tecnológico Comigo, na zona rural do município de Rio Verde (Goiás), o Governo Federal oficializou a liberação do montante de R$ 12,5 bilhões para o financiamento da Safra Agrícola de 2018 e 2019.

Com o financiamento, proporcionado pelo Banco do Brasil, além da contribuição para a sustentabilidade do agronegócio e da melhora do Produto Interno Bruto (PIB) Brasileiro, os produtores rurais terão a oportunidade de potencializar a safra agrícola comprando antecipadamente os insumos necessários como fertilizantes, defensivos e sementes para as culturas de soja, milho, arroz, algodão, café, entre outras.

O valor de R$ 12,5 bilhões liberados pelo Governo Federal para 2018 e 2019 representa um investimento 16% maior do que o valor liberado na última safra e consolida o crescimento do agronegócio como base da economia do país, principalmente após uma super safra com recordes e excelentes resultados.

Apesar das primeiras estimativas do ano divulgadas no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicarem uma queda em relação aos números da safra do ano anterior, 2018 permanece como um ano chave para a retomada da economia nacional e viabilizar o financiamento e os investimentos do produtor rural é parte fundamental deste processo.

Cada produtor poderá financiar, no máximo, R$ 3 milhões e existem também aberturas para disponibilizar alternativas no caso de produtores que necessitem de valores superiores ao limite estabelecido no plano do Governo. O programa prevê ainda taxas especiais de 7,5% ao ano para produtores integrantes do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (PRONAMP) e 8,5% para os demais produtores.

Além do presidente do Banco do Brasil Paulo Caffarelli, estiveram presentes no evento o Presidente Michel Temer, o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Blairo Maggi, o Ministro da Integração Nacional Helder Barbalho, o Ministro da Fazenda Henrique Meireles e o Ministro das Cidades Alexandre Baldy, além do o Governador de Goiás Marconi Perillo e outras autoridades.

Compartilhe:

Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn