GPS Agrícola: Importantíssimo aliado da Agricultura de Precisão

O GPS agrícola é uma das ferramentas que mais facilitam hoje a vida do produtor. Utilizando-se da tecnologia do GPS (Global Positioning System), seu uso junto às técnicas de plantio, desenvolvimento e nutrição de diferentes culturas pode ser realizado em qualquer escala. São no total 24 satélites posicionados na órbita do globo, que permitem a tradução das  milhares de informações de posicionamento fornecidas pelo equipamento físico, a uma distância de quase 20.000 quilômetros.

Desenvolvido inicialmente para fins militares, é utilizado hoje por diversos dispositivos e aplicativos que buscam nas informações de posicionamento a referência para atividades como traçar rotas, planejar caminhos, orientar trajetos e calcular distâncias e tempos entre pontos distintos.

Na área agrícola, sem sombra de dúvidas o GPS é uma tecnologia que chegou para ficar. Aplicada atualmente em grande escala, foi um dos primeiros grandes avanços na área e permite aplicações como amostragens virtuais de campo e de solo, inspeção dos processos agrícolas, controle e monitoramento de ações e mapeamento de produção.

Tratores e implementos podem ser guiados para auxiliar nas atividades de plantio, aplicação de pesticidas e nas ações de colheita, tudo com um tempo de parada muito menor e um enorme ganho de performance. Sem contar a contribuição devido à facilitação da entrada de novas tecnologias voltadas para as máquinas guiadas por computador ou por satélite.

Como o GPS é um sistema que funciona via satélite, não existe necessidade de um sinal de internet ou de telefone para mapear toda sua área de produção. E isso passa a ser uma vantagem: até mesmo locais de difícil acesso e com maior dificuldade de comunicação permitem um mapeamento de sua área, sua cultura e seus recursos.

Além disso, benefícios como a localização exata de amostras de solo, análise e coleta de dados relativos às culturas agrícolas, transmissão em tempo real (permitindo correções e ações com maior agilidade), geração de mapas, instalação simples, fácil acompanhamento, controle e navegação das máquinas durante a atividade no campo auxiliam produtores, técnicos, estudantes, professores e pesquisadores a mapear propriedades rurais, o desempenho das máquinas, as diferentes culturas, os recursos disponíveis e os pontos de degradação ambiental. Os proprietários que utilizam o GPS podem contar com um enorme aliado na otimização do manejo da área, no comparativo da produtividade e na aplicação dos insumos, garantindo uma maior produtividade.

Compartilhe:

Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn